Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
EMPRESA PRODUTOS NOTÍCIAS IMPRENSA ONDE ENCONTRAR GAMES CONTATO

A História do Brinquedo - Brinquedos Ki-Legal
     
  Você está em: Home > Notícias > A História do Brinquedo << voltar  
 
   
NOTÍCIAS  
   
 
 
A História do Brinquedo
Desde tempos antigos, os brinquedos tiveram um importante papel na vida das crianças. Por milhares de anos crianças brincaram com brinquedos dos mais variados tipos. Bolinhas de gude foram usadas por crianças no continente africano há milhares de anos. Na Grécia Antiga e no Império Romano, brinquedos comuns eram barquinhos e espadas de madeira, entre os meninos, e bonecas entre meninas. Durante a Idade Média, fantoches eram brinquedos muito comuns entre as crianças.

Até o final do século XIX, a maioria dos brinquedos era fabricada em casa, ou fabricada artesanalmente. A partir da segunda metade do século XX, vários países criaram leis que proíbem a venda de brinquedos considerados perigosos - por exemplo, por conterem materiais tóxicos ou partes que se soltam facilmente - ou que não possuem claros avisos - por exemplo: “ATENÇÃO! Não recomendado para menores de três anos por conter partes pequenas que podem ser engolidos pela criança”. Tais leis também dão ao governo o direito de recolher do mercado todos os produtos que não atendem às especificações necessárias.

Como todo produto industrializado o brinquedo também tem a sua embalagem, no começo de sua industrialização os brinquedos tinham caixas de madeira, depois surgiu o papelão e, com a descoberta do plástico esse material assumiu primordial importância na elaboração das embalagens.
Por volta de 1910 os brinquedos diminuíram de tamanho e assim foi possível utilizar papelão em suas caixas. No começo eram caixas simples apenas com uma etiqueta lateral para indicação do conteúdo. Com o aprimoramento dos processos de impressão, foi possível a colocação de rótulos. Esses rótulos eram gravuras desenhadas à mão por Artistas.

BONECAS - Elas são muito antigas. Surgiram como figuras que eram adoradas como deusas, as primeiras estatuetas de barro podem ter sido feitas pelo Homo sapiens há 40 mil anos, na África e na Ásia, com propósitos ritualísticos. A transição das bonecas como ídolos para brinquedos provavelmente ocorreu no Egito, há 5 mil anos. A primeira fábrica de bonecas surgiu na Alemanha em 1413. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959.

BICHOS DE PELÚCIA - Foram inventados no século XIX. O mais famoso deles, nos Estados Unidos, é o urso Teddy Bear, e foi batizado com esse nome por um motivo curioso: o presidente americano Theodore Roosevelt se recusou a participar de uma caçada de ursos em 1902. Um fabricante de ursinhos de pelúcia decidiu batizá-los de 'teddy-bear' em homenagem a Roosevelt (Teddy é apelido de Theodore).

CARRINHOS E CAMINHÕES - Os carrinhos apareceram simultaneamente aos carros originais, nos primeiros anos do século 20. Já o autorama foi inventado na Inglaterra, em 1956.

CHOCALHO - Os primeiros chocalhos surgiram no Egito por volta de 1360 a.C. Vários deles podem ser vistos em museus, com formatos variados: de pássaros, porcos, ursos etc.

IOIÔ - Há 3 mil anos, na China, eles eram feitos de marfim e o fio era de seda; na Grécia antiga, eram feitos de pedra; na Europa, eles eram enfeitados com jóias que quando giravam apareciam bonitas figuras. Contam que até os soldados de Napoleão Bonaparte brincavam de “jou-jou” durante as batalhas. Em 1926 os americanos Louis & Dave Marx promovem o brinquedo, que depois de algum tempo vira moda no mundo inteiro.

VIDEO GAME: O primeiro game da história O PONG, foi criado em 1958 pelo físico Willy Higinbotham, que queria chamar atenção, com o game, para seu laboratório.
Em 1968 Bushnell cria o Computer Space, o primeiro árcade da história, uma verdadeira revolução., alguns anos mais tarde cria uma pequena empresa chama Atari. O primeiro Vídeo Game doméstico no ano de 1972.
Em meados da década de 80 as produtoras de games estavam lançando, desesperadamente, jogos comerciais explorando o marketing.
Foi aí que a Nintendo, começou a produzir o NES e com o aparecimento da Sega, do Atari 7800, Mega Driver e do incrível Master System. Com isso o Super Mario Bros virou mania no mundo todo. Já o Playstation 2, lançado em 2000 pela Sony, prosseguiu com o sucesso. Pois a iniciativa de colocar jogos em DVD no mercado e a exclusividade com grandes produtoras de jogos foram os pontos mais importantes para que o Playstation 2 se tornasse o videogame mais desejado de sua geração.
Correndo por fora, a Microsoft resolveu entrar no mercado de videogames domésticos: Assim apareceu o xbox, primeiro console assinado pelo Bill Gates.

LICENCIAMENTO DE PERSONAGENS

TURMA DA MÔNICA: Baseado em sua segunda filha, em 1963, o desenhista Mauricio de Sousa cria a personagem Mônica. Em 1970, a Mônica foi lançada com a tiragem de 200 mil exemplares.
Mauricio de Souza desenvolveu sua entrada no licenciamento de produtos e seus trabalhos começaram a ser conhecidos no exterior e em diversos países surgiram revistas com a Turma da Mônica.
E dentre esses projetos, após a criação do primeiro parque temático (o Parque da Mônica, no Shopping Eldorado, em São Paulo, seguido do Parque da Mônica do Rio de Janeiro) Mauricio prevê a construção de outros, inclusive no exterior.
Até os dias de hoje são vendidas milhões de revistas, o licenciamento é o mais poderoso do país, e desde 2006 a Ki-Legal tem licenciado o Plasmacar da Turma da Mônica.

O MENINO MALUQUINHO: Em 1980, o cartunista e escritor Ziraldo escreve o livro infantil O Menino Maluquinho. A história do menino alegre, que não pára quieto no lugar e usa uma panela na cabeça, fez tanto sucesso que virou história em quadrinhos, peça de teatro, filme, videogame e site na Internet. O Menino Maluquinho é um dos maiores fenômenos editoriais no Brasil de todos os tempos. O livro já foi adaptado com grande sucesso para teatro, quadrinhos, ópera infantil, videogame, Internet e cinema. Uma seqüência do filme deve ser lançada em breve! Em 2006 a Ki-Legal licenciou o Plasmacar do Menino Maluquinho.


diminuir a fonte Aumentar a fonte